Servidores de Jesus

Grupo Espírita em Niterói-RJ

Tag: mente

A imaginação, a caridade e a mediunidade

É pela ordem mental, além da perispiritual, que muitos de nós, espíritos, nos apresentamos para a jornada na Terra de esclarecimentos e desenvolvimento do ser humano rumo a Deus.

É preciso compreender que a mediunidade cristã se desenvolve por dois aspectos fundamentais: a mente e a caridade.

A mente, com sua constituição imagética e simbólica, é uma via fértil para a canalização dos nossos pensamentos, os dos espíritos, em comunicação com o plano terreno. É na imagem mental que muitas vezes encontramos pontos de conexão para a abertura da mediunidade. Portanto não se enganem se, às vezes, de uma imaginação humana, nasce a chama da comunicação mediúnica. Algumas vezes ela é uma chave da conexão que liga o perispírito do médium com o perispírito do comunicante, mutuamente. Este é um tema de necessário aprofundamento, tanto no campo da Psicologia quanto do Espiritismo.

Por fim, a caridade, elo sublime que faz com que o perispírito do médium se dilua com o aparelho mental do comunicante para que se formalize o pensamento a ser transmitido na via do bem. O médium, imbuído do sentimento de caridade, é um caminho aberto para a espiritualidade Cristã que ajuda a desenvolver o aparelho mediúnico tão somente com o objetivo de fortalecer a mensagem do Cristo no coração humano terrestre, qual seja, o amor ao próximo, única verdadeira máxima universal que permite a ligação do espírito terreno com o espírito divino, na direção da libertação espiritual verdadeira.

Continuemos.

O poder da oração

Irmãos de fé,

Nunca desprezem o poder da oração! Façam dela um hábito constante em suas vidas. A oração tem que ser incorporada à rotina da mesma forma que os hábitos de higiene pessoal e alimentação.

Sem ela, teremos muita dificuldade em organizar nossa mente.

Essa arma poderosa nos liga à divindade. Não só à Divindade superior, mas também à divindade interior, porque ao nos conectarmos com a sua imensa força, traçamos um raio que parte em direção ao Alto, mas que em sentido inverso, nos atravessa. A oração pode e deve ser usada como um instrumento (dos muitos que existem) para o autoconhecimento, porque através dela permitimos que tudo possa se organizar em nós e, ao mesmo tempo, se desprender de nós.

Oremos, oremos sempre, em qualquer situação, em qualquer ocasião, na alegria ou no infortúnio. Sempre orando, ajudaremos a nós e ao próximo, pois não nos esqueçamos de que a luz que acendemos na oração ilumina uma enorme distância ao nosso redor.

Que a paz de Jesus nos acompanhe sempre!

© 2018 Servidores de Jesus

Theme by Anders NorenUp ↑