Servidores de Jesus

Grupo Espírita em Niterói-RJ

Mês: janeiro 2019

Rolinhas, cotovias, pardais
Brincam no céu de anil
Sem desesperar jamais

Filhos de Deus que somos
De que temos medo, afinal?
Nos sentindo desprotegidos
Tentando vencer o mal

Jesus bem que falou
Não temereis mal algum
Foi Ele quem nos tutelou
E no Mestre somos Um
Olhai os lírios do campo

Olhai as aves do céu
Confiando no doce encanto
Deste filho de Israel

O caminho é florido
Quem será que consegue ver?
Desses filhos aguerridos
Que hão de aqui permanecer

Aos irmãos desejo paz
Do fundo do coração
Para que creiam sempre mais
Em Jesus, nosso Mestre e Irmão

Buscar Jesus

Quantas voltas cabem no vento?
Quanta amargura cabe na dor?
Quantas horas cabem no tempo?
Que espera o retorno do amor?

A vida é tão passageira
Mas às vezes se faz mais lenta
Cheia de alegrias, tão prazenteira
Mas também tem suas arengas

Precisamos aprender
A sorrir, a dançar, a cantar
Não é preciso sofrer
Para o céu alcançar

Precisa dedicação
Esforço e trabalho
Não é com descanso, não
E nessa estrada não tem atalho

Somos todos tarefeiros
Estamos em busca de luz
Caminhando sobranceiros
Para encontrar Jesus

Veja a palestra: “Atualidades da Parábola do Filho Pródigo”

Por Sebastião Geraldo de Oliveira

Baixe o PPT, clique aqui

Nova Era

Aos amigos de jornada,


Novos tempos se iniciam no coração dos homens. Nada é sem razão de ser,
disso bem o sabeis e a palavra de ordem é confiança. Jesus, o meigo amigo
de todas as horas, é nosso perene amparador. Somos tutelados seus desde a
primeira hora. Pois bem, hoje, quando muitas horas já se contaram no seio
do universo que nos abriga queremos desmerecer ou desacreditar a tutela
de tão nobre irmão?!


Seremos sempre os filhos amados, mas não só nós, todos os que habitam
esse orbe que nos serve de casa, os que sofrem, os que choram, mas
também, e, principalmente, os que fazem sofrer, os que fazem chorar.
Diante da desgraça, ora! Perante as crueldades praticadas, pede ao Senhor
da Vida misericórdia para tantos quantos ainda estejam em tão duros erros
e profundas amarguras.


Quem sofre merece a nossa compaixão, mas aquele que causa o sofrimento é
credor de nossas orações mais sentidas porque a dor dele é muito maior.
Aquele que provoca o sofrimento tem dentro dele uma dor tão grande, tão
grande, que só o que sai dele é dor. Pensemos que só externamos o que
possuímos. Pois se alguém coloca para fora de si o azedume da maldade que
ainda a caracteriza é porque dentro dela há uma dor precisando ser tratada.
O remédio, portanto, mais eficaz para essa cura é o amor. Somente através
da terapia do amor, curaremos as dores do Planeta, as nossas e as de
outrem em planos menores, dando início a uma nova era.


Imagine se cada um de nós, que já consegue dar algo de si, adotasse como
prática, a tutela de algumas pessoas ou seres a quem pudesse doar amor! A
pessoas difíceis, as quais tantas vezes se prefere a distância, praticar o
amor somente. Em não muito tempo seria uma grande corrente: cada um
tutelando alguns e todos em vibração amorosa pelos seres da Terra. Disso
resultaria uma mudança considerável, alterando as condições do Planeta, que
seria mais leve, mais propício a esse momento que se aproxima.
No dia de hoje, desejo a todos muito amor.


Que Jesus nos abençoe!

Um amigo

© 2019 Servidores de Jesus

Theme by Anders NorenUp ↑